O que você simplesmente não pode ser?

Um dos livros que gostei de ler sobre a mecânica quântica, o famoso Quem Somos Nós? (What the Bleep do we know?), sugere que você faça o exercício de se concentrar “naquilo que você acredita que jamais será. O que você gostaria, mas entende como impossível para a sua vida?”. Outra frase celebre diz que são as perguntas que movem o mundo. Quando me fiz esta pergunta, conclui que base jumping era a resposta.

Saltar de um obstáculo com um pára-quedas – Bulding (Prédio), Antenna (Antena), Spam (Ponte) ou Earth (Montanhas e penhascos) = BASE – parece algo que eu jamais terei condições de fazer. Mas me fascina.  Você salta e no segundo seguinte já está 9,8 metros abaixo de onde saltou, acelerando a esta distância por segundo ao quadrado, ou seja, a cada segundo 9,8 metros por segundo mais rápido, até a velocidade terminal da queda livre: 55 metros por segundo (em condições normais).

O equipamento de base jumping é diferente dos pára-quedas normais. Entre outras coisas, ele abre bem mais rápido: cerca de 30 metros após acionado o mecanismo, contra 150 metros dos tradicionais.

paraca

Fiz um único salto de pára-quedas até o momento, e para começar a sequer pensar em base jumping, você precisa de pelo menos cerca de 200 saltos, não existem regras neste sentido, mas você provavelmente vai morrer se começar muito antes disso. Base jumping não tolera erros, então tenho um longo caminho pela frente,  mas,  para quem tinha medo de altura, este foi um belo começo.

Base Jumping exige tanto estudo e treinamento porque você precisa controlar muito bem o pára-quedas: os problemas geralmente ocorrem após a abertura do equipamento, quando o atleta perde o controle e se choca contra o obstáculo, e não raramente são fatais. Três dos meus base jumpers favoritos são Dwain Weston, Roland Slim e Jeb Corliss. Os dois primeiros já morreram praticando, Jeb Corliss ainda está vivo, envolvido em um projeto chamado The WingSuit Landing Project.

Não é trágico morrer fazendo o que você ama, é? Viver sem tesão é bem pior e me assusta muito mais do que a morte. E você, o que simplesmente não pode ser?

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

6 Respostas to “O que você simplesmente não pode ser?”

  1. Luciana Pileggi Says:

    Acho que sou muito menos fã de adrenalina que você, então acho que se eu morresse cantora, morreria feliz. Mas só de pensar em cantar parabéns pra você, a capela, me dá arrepios!

  2. jaimesaldanhajr Says:

    Acho que nunca poderei ser um surfista de ondas gigantes… Digo gigantes mesmo, como Mavericks, Jaws, etc… É algo que me fascina muito, porém não será nesta vida. Creio que o base jump seja até menos perigoso se praticado com cautela. É claro que saltar de uma janela de um prédio é algo completamente sem noção…
    E por falar em medo, vc se lembra da primeira fez que fizemos rapel? Com certeza lembra né… nossas pernas, principalmente as suas, tremias feito vara verde (hahahaha). Vc foi corajoso em saltar de para-quedas e que venham mais… Se possível estarei presente tb !
    Abração

  3. lika kotzent Says:

    hahahaha… com lembro desse dia… sua expressão tá óootima…
    foi uma das melhores coisas que já fiz na vida…
    precisamos repetir, mas não inventa essa história de base jump!!!

  4. Renata Says:

    Eu adoro o voo do morceguinho, mas não tenho coragem. Quem sabe um dia..Bom, mas continuo achando que quem vive no limite (e no risco) é um pouco egoísta. O que adianta colocar morrer feliz e deixar quem ama aqui sofrendo…Sor a favor da dose certa!

  5. Renata Says:

    Eu adoro o vôo do morceguinho, mas não tenho coragem. Quem sabe um dia..Bom, mas continuo achando que quem vive no limite (e no risco) é um pouco egoísta. O que adianta morrer feliz e deixar quem ama aqui sofrendo?!?! Sou a favor da dose certa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: